Antes de votar relembre a briga de socos entre vereadores de goiânia

A discussão começou durante a votação do projeto de emenda à lei orgânica do município que reduz o período de recesso parlamentar da câmara de vereadores de Goiânia de 92 dias para 45 dias a matéria tem sido alvo de polêmicas desde que foi apresentada em 2013 o vereador Paulo Magalhães do PSD é acusado de dar um soco no queixo do vereador Felisberto Tavares. Eis aí um bom motivo para relembrar o passado de alguns nomes já conhecidos na hora de escolher os próximos Goiânia vereadores 2020. 

O bate e boca e saída de vereadores da comissão de finanças o assunto é mais uma vez os reajustes anuais nos valores do IPTU e do interno. A comissão de finanças na câmara municipal se reuniu para votar sobre o projeto de lei do vereador Elias Vaz que proíbe a prefeitura de Goiânia de fazer reajustes anuais os valores do IPTU, a discussão busca alterar um artigo da lei que modificou a planta de valores da cidade que estabelece aumento de 5 a 15% mais que a inflação.

Dos impostos a cada ano o projeto havia sido aprovado em primeira votação no plenário da câmara e seguiu para a comissão para receber o parecer técnico os sete vereadores integrantes da comissão já estavam reunidos e havia iniciado os votos do projeto quando iniciou uma briga entre o vereador. Oséas Mourão e o vereador e presidente da comissão que motivou a saída de alguns vereadores antes do término da reunião onde eu tocando reta final.

Oséas Varão do PSB ligado à base do prefeito havia pedido vistas do projeto, mas foi negado por 4 votos contrários e dois favoráveis apesar do desentendimento a reunião continuou o projeto foi aprovado por unanimidade pelos vereadores que permaneceram na reunião.

Muito importante essa aprovação e uma demonstração de que essa casa tem uma posição muito interessante na medida que está prevalecendo interesse da sociedade e não o que quer o executivo o projeto aprovado agora segue para si da última votação no plenário da câmara de acordo com o presidente da comissão deve acontecer ainda esta semana para votar amanhã já vou pedir presidente para que ele coloque na pauta do ano.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *